Registo | Entrar
PT EN

Destaques de Pequim

Destaques de Pequim

Agosto 30, 2015 / 2701

Destaques de Pequim

Snapshots de Pequim 2015 

Já muito se escreveu nos media sobre os Campeonatos do Mundo de Atletismo Pequim 2015 

Em Allinrace temos um artigo que nos foi enviado e que destaca os protagonistas e histórias que são inspiradoras..  

Aries Merritt, campeão olímpico em 2012 e detentor do record do mundo (12,80) nos 110 metros barreiras, tem uma história peculiar: Em 2013 foi diagnosticado com uma rara doença renal, agravada por um vírus que atacou os rins e a medula óssea. 
Depois de um longo tratamento voltou às pistas em 2014 mas longe da sua melhor forma. 
Aries no entanto, chega aos mundiais e consegue uma brilhante medalha de bronze. Grande capacidade mental, este norte-americano, que vai agora submeter-se a um transplante de rim. Um exemplo para todos.

Tal como o Português Nelson Évora, a super campeã croata Blanka Vlasic também passou por um longo calvário de lesões (chegou a pensar-se que nunca mais iria competir) mas a capacidade de superação foi demonstrada nestes mundiais. Blanka garantiu a prata do salto em altura com a mesma marca da vencedora com 2,01 e Évora arrecadou o bronze no triplo salto com o seu melhor do ano. 
Nelson e Blanka demonstraram que é possível voltar ao mais alto nível. Espíritos indomaveis!

Ashton Eaton acaba de vencer o ouro no Decathlon. Mas o norte americano também bateu o seu record do mundo. O norte americano sabe que terá de concluir o suplício da última prova, os 1500 metros, abaixo dos 4 minutos e 18 para o conseguir. Quando faltam 800 metros, nao parece ser possível. Na ultima volta, o seu adversário Argelino Larbi Bourrada aumenta o ritmo e diz a Eaton "come on, you can make it'. O norte americano responde "ok, I'm coming" e com a forte ajuda do argelino (brilhante quinto lugar no final do decathlon), com um sprint final incrível, acaba por conseguir bater o record do mundo (só por 3 vezes algum atleta passou a barreira dos 9000 pontos, Eaton fê-lo 2 vezes).
Uma das melhores fotografias destes mundiais, no final, Eaton com a cabeça encostada a cabeça de Bourrada, a celebrar o momento. O desporto no seu melhor. Lindo. Emocionante. Inspirador.

A equipa masculina da Jamaica acaba de receber o ouro. Até aqui tudo normal para Bolt e companhia. Mas temos uma imagem carregada de simbolismo na entrega das medalhas (obrigado a organização chinesa). Porquê ? Porque quem entregou as medalhas é a neta de, talvez do maior herói na história do atletismo, que fez frente ao nazismo e deu um exemplo ao mundo: Jesse Owens

Artigo de Franck Carreira para Allinrace.com

Apoios